18 de junho de 2007

Burra eu não sou!


Vivendo e aprendendo...assim eu vejo a minha vida.

Quanto mais velhos, mais espertos ficamos e às vezes até seria melhor que fôssemos ingênuos e não víssemos o que acontece à nossa volta.

Estou aprendendo a acreditar na minha intuição, que é poderosa, e não esperar mais as coisas acontecerem para só depois "enxergar".

Liçãozinha dura de aprender, mas pra quê cair para depois ter que levantar, se posso escolher não cair?

Burra eu não sou...

Na verdade tenho aprendido tantas coisas ultimamente, tenho parado pra pensar na minha vida e percebo que eu sou muito mais do que acho que sou, muito melhor do que acho que sou, sou muito mulher, assumo meus sentimentos e pago preços altos por eles, mas isso não impede que eu sinta de forma inteira, verdadeira.

Por que nem todo mundo é assim?

Eu fico puta da vida quando eu vejo certas covardias, certas lutas que desde o início já estão perdidas, mas que ficam lá, estabelecidas por alguma situação...

Eu odeio gente sacana, gente hipócrita, gente que mente para si mesmo!

Ai, que saco, tô com muita raiva dessa gente, gente que não se garante, gente que pega pesado, que erra a mão, que ofende os outros para se sentir por cima...tô com raiva dos meus medos, tô com raiva por ainda sentir raiva, por ainda perder tempo...

Esse meu jeitinho calmo me irrita, mas também me acalma, me faz ver que dias melhores hão de vir, que tudo tem o seu dia e hora marcados para acontecer e comigo não vai ser diferente.

Tenho a mais absoluta certeza de que nem que seja no último dia da minha vida, o que eu sonho prá mim vai acontecer, porque eu mereço, porque eu preciso e porque eu vou morrer feliz...

Um comentário:

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.