1 de janeiro de 2007

Homenagem

Morte é sempre algo inesperado, doloroso, chato...
Em 29 último, há três dias de encerrar o ano com chave de ouro, perdemos um ente querido e por mais que saibamos que é natural que isso aconteça, não é fácil.
Não vou ficar falando demais sobre isso, até porque tem uma música do Legião Urbana que traduz muito bem o que todos estamos sentindo (a cor da fonte é proposital).
Aí vai:

"É tão estranho
Os bons morrens jovens
Assim parece ser
Quando me lembro de você
Que acabou indo embora
Cedo demais...

...Vai com os anjos
Vai em paz
Era assim todo dia de tarde
A descoberta da amizade
Até a próxima vez...

...Lembro das tardes que passamos juntos
Não é sempre, mas eu sei
Que você está bem agora
Só que este ano o verão acabou
Cedo demais..."

2 comentários:

Anônimo disse...

Me desculpa por não ter conseguido falar com voce outro dia... Quando voltei vc ja estava off. Tentei te ligar em seguida ( e mais 02 dias depois ) mas não consegui.
Ficamos todos muito tristes pelo que aconteceu, mas enfim como voce mesmo escreveu, isso é natural e inevitável. Espero que todos estejam bem e apesar da dor que continuem seguindo seus caminhos em busca do bem.
Desejo sinceramente a voce e toda sua familia um ano repleto de saúde e paz ( o resto a gente corre atras rsrsr!!)
FELIZ 2007
Um beijão
Sua sempre amiga,
Érika

vani disse...

Realmente "é tão estranho"...
Mais estranho é ter o pensamento o dia todo nesta pessoa que se foi; quando estava entre nós, lembrava-me dele com alegria e saudades mas nao era todo dia. Agora este pensamento fica martelando minha cabeça o dia todo e por mais que eu tente desligar, vira mexe, volta. Acho que é pq foi difícil de acreditar e pq foi aqui. Só o tempo vai resolver isso. To bem, só nao consigo parar de pensar...
Beijos